29.5.06

HABIB'S


Pense rápido: em qual rede de alimentação você pede um hambúrguer duplo, acompanhado de uma porção de batatas fritas e um refrigerante extra grande, tudo embalado em caixinhas e copos de papelão vermelho com logotipo vermelho? Se preferir, pode ainda pegar sua refeição sem sair do carro. Se você pensou que esse lugar é o McDonald’s, procure por um M amarelo em algum lugar, mas, se em vez disso você encontrar a caricatura de um gênio gorducho e de chapéu vermelho, além de pratos árabes no cardápio, não se espante: você estará dentro de uma loja da rede HABIB’S. No melhor estilo McDonald’s, suas lojas também possuem salões de festas, playground, estacionamentos e totens gigantes com o gênio saindo da lâmpada mágica, o HABIB’S se transformou em um verdadeiro sucesso. 

A história 
Tudo começou em 1973 quando 16 dias depois de inaugurar uma padaria no bairro comercial do Brás, zona leste da cidade de São Paulo, o pai de Antônio Alberto Saraiva foi assassinado durante um assalto. Alberto, um português filho de libaneses, assumiu o negócio para sustentar a mãe e os dois irmãos, ao mesmo tempo em que continuava a cursar a faculdade de medicina na Santa Casa de São Paulo. Ele assumiu o lugar do padeiro e decidiu vender o pãozinho 30% abaixo do valor máximo estipulado pela tabela da extinta Sunab, principal órgão de controle de preços. Com essa estratégia, ganhou escala atendendo principalmente os chamados “padeiros de rua”, que revendiam o produto em domicílio. Depois de formado, tomou gosto pelo comércio e foi dono de bar, pizzaria e churrascaria. Em 1988, Paulo Abud, um amigo e também cozinheiro, deu a dica: faltava uma rede de alimentação rápida baseada na cozinha árabe. Ele havia aprendido com a mãe a preparar pratos típicos e resolveu ingressar neste mercado, acreditando que esfihas, quibes e charutinhos podiam ocupar um espaço maior no gosto dos brasileiros.


Para criar a primeira loja do HABIB’S (que significa “querido” em árabe), empregou US$ 80 mil de suas economias. Sua primeira loja foi aberta no bairro de Alto Pinheiro, em São Paulo, na garagem de sua casa, localizada na Rua Cerro Corá, e inicialmente com apenas dez mesas, onde a clientela foi se formando devido aos preços competitivos, ambiente limpo e agradável, e ao tipo de “comida exótica” para a época. De modo a garantir a variedade do cardápio e não apostar somente em produtos específicos, ele aproveitou sua experiência profissional e incluiu outros produtos mais comuns ao consumidor brasileiro: pizza, pastel e um bom chope gelado. Além disso, ajustou as receitas árabes ao gosto nacional. Assim, o pão sírio ganhou uma versão mais macia e dourada, charutos e abobrinhas recheadas receberam um molho de tomate especial, a esfiha, vendida na época por 19 centavos de cruzados, uma massa mais leve, a carne bovina foi utilizada em substituição a carne de carneiro e temperos, como por exemplo, alho, hortelã e gergelim foram utilizados com certa moderação. O resultado: nos primeiros 40 dias tinha enorme fila em frente ao restaurante.


A partir do sucesso do empreendimento, alguns sócios se uniram com a meta de abrir novas lojas. Desse momento em diante o negócio nunca mais parou de crescer. Os obstáculos foram sendo superados e as metas alcançadas. De uma única loja de especialidades árabes, formou-se em pouco tempo uma rede com forte infraestrutura focada em vender produtos de qualidade, com bom serviço e preços “praticamente imbatíveis”. Em 1991, mesmo ano em que foi inaugurada a primeira loja com funcionamento 24 horas da rede (localizada na tradicional Rua Augusta), uma moderna cozinha central foi montada e recebeu infraestrutura de ponta, passando a atender todas as lojas da rede. A partir daí, toda a produção e distribuição da rede passou a ser centralizada, garantindo assim um maior controle de qualidade.


No ano seguinte, a rede, então com 16 unidades, apostou no sistema de franquia e inaugurou a primeira loja franqueada em Santo André, na grande São Paulo. Em 1993, a empresa criou uma nova central de produção de pães e discos de pizza e uma sorveteria, ambas dotadas de tecnologia moderna, para suprir a necessidade da rede. No mesmo ano a empresa inaugurou sua nova sede administrativa para dinamizar a operacionalização das lojas e um auditório, dando abertura a uma série de cursos buscando a qualidade total. A rede deu início ao processo de expansão rumo ao interior paulista no ano de 1995, começando a jornada pela cidade de Ribeirão Preto. Dois anos depois, inaugurava suas primeiras unidades no Rio de Janeiro e Fortaleza e intensificava sua participação no interior paulista.


A rede comemorou 10 anos de atuação no mercado em 1998 e ultrapassou a marca de 100 lojas no país com a inauguração de unidades na região central do Brasil (especificamente Brasília e Goiânia). Em 1999, teve início à campanha publicitária “Nosso preço começa com zero”, destacando três produtos que custavam menos de R$ 1,00 (pastel de queijo e de carne, quibe e esfiha de carne e queijo), reforçando o comprometimento do HABIB’S com o consumidor através de uma política de preços baixos. O primeiro mês de campanha conseguiu elevar a venda do pastel em 220% e da esfiha e do quibe em 30%. Ainda neste ano, no mês de abril, a rede mudou suas instalações administrativas para novo endereço. A nova central HABIB’S está localizada em um prédio de 1.700 m², onde possui uma cozinha experimental para testes de novos produtos e um auditório. Em 2000 a rede inaugurou suas primeiras unidades no nordeste.



Saraiva tentou levar seu negócio e sua marca para fora do país, especialmente para os Estados Unidos, mas quando estava quase tudo pronto, acabou tendo que desistir da ideia devido aos atentados terroristas de 11 de setembro de 2001. Outro empecilho foi o nome e o logotipo do gênio árabe, já que naquela época, a aversão aos árabes cresceu bastante. Mas não baixou a cabeça. Logo depois inaugurou sua primeira loja no exterior, localizada na Cidade do México, onde chegou a ter 8 lojas, depois de vender a operação devido aos números decepcionantes. O ano de 2003 entrou para a história da rede HABIB’S. No ano de comemoração dos 15 anos da marca a rede adotou uma série de iniciativas que só contribuíram para seu desenvolvimento no mercado. Entre elas, apostou em um brinde exclusivo para seu KIT HABIB’S - o Snoopy de pelúcia. O sucesso foi tão grande que o brinde esgotou em poucos dias e uma nova remessa foi providenciada às pressas para atender a procura pelo produto. Em 2006 a rede aumentou seu número de clientes em 3.6%. Outro resultado positivo veio do sistema de delivery, que cresceu em 100 mil novos pedidos, ou seja, 3% em relação ao ano anterior. Outro destaque foi a abertura do HABIB’S nos shoppings Ibirapuera e Center Norte, dois dos mais antigos e conhecidos reduto de compras do consumidor paulistano.


Nos anos seguintes, o HABIB'S inaugurou inúmeras unidades em várias regiões do país e cada vez mais se firmou como umas das principais redes de alimentação rápida do mercado brasileiro. Além disso, a rede soube agregar itens das culinárias árabe, italiana, portuguesa, americana e brasileira, com pratos que fazem parte da mesa nacional, como o frango com arroz e batata. Sem contar a possibilidade de saborear um chope com os amigos e, agora, até o churros com um toque argentino. Mais recentemente, no final de 2013, a rede inaugurou um novo conceito de loja. A primeira unidade a recebê-lo foi uma unidade que funciona há 15 anos no bairro de Cidade Patriarca, na zona leste de São Paulo. A mudança incluiu novo layout, mobiliário, comunicação visual, espaço infantil, salão de festas, novas embalagens dos produtos e uniforme para os funcionários. O projeto também tem apresentou um novo setor de conveniência, que permite aos clientes comprar pastéis de nata (conhecidos como pastel de Belém) e bolinhos de bacalhau congelados, produtos da marca própria HABIB’S GOURMET. A rede pretende lançar outros itens, que serão vendidos neste espaço das lojas. Todas as novas unidades da rede já serão inauguradas com o projeto, que será implantado gradualmente nos próximos dois anos.


A linha do tempo 
1996 
● Inauguração da primeira unidade autoatendimento no centro de São Paulo e inclusão dos refrigerantes em seu cardápio através de uma grande parceria com a Coca-Cola, pois até então a rede somente comercializava sucos naturais. 
1997 

● Introdução em suas lojas do cardápio em braile para os deficientes visuais. 
Lançamento da batata frita como mais novo item de seu cardápio. 
1998 

● Lançamento do DOUBLE HABIB’S, um lanche com dois hambúrgueres grelhados, aumentando assim a popularidade da rede. 
1999 

Firma importante parceria com a Warner Bros. para a utilização da imagem de seus personagens Looney Tunes no kit infantil da rede. Hoje a rede faz promoções com os brinquedos dos principais desenhos e filmes em cartaz e distribui brindes aos seus funcionários para estimular as vendas. 
2000 
● Personalização de seu produto principal, passando a denominar sua tradicional esfiha como BIB’SFIHA. Atualmente a rede oferece esfihas de carne, queijo, calabresa, frango e espinafre. 
2002 
Instituição do dia 16 de outubro como BIB’S DIA GENIAL, onde toda renda obtida com a venda das esfihas nas lojas da rede é destinada para o auxílio a entidades sociais. Nesse primeiro ano as maiores beneficiadas foram a Fundação Ação Criança e o Hospital Pediátrico da Santa Casa de Misericórdia. 
2003 

● Lançamento no mês de abril do Pastel de Belém, que superou as mais otimistas previsões e atingiu a marca de 20 milhões de unidades comercializadas no ano. Para conseguir esse feito a marca investiu em ações de merchandising envolvendo o novo produto. 
A marca torna-se patrocinadora do São Paulo Futebol Clube e inaugura uma loja dentro do estádio do Morumbi, iniciando a venda de produtos durante os jogos. Tem início a parceria de sucesso que dura há mais de uma década, e uma vocação da rede ao patrocínio e incentivo que se estendeu a outros clubes e categorias esportivas. 
2004 

● Lançamento das BIB’S TORTAS, deliciosas tortinhas nas versões maçã, banana e Romeu e Julieta, e das esfihas folhadas com recheios inusitados de ricota com tomate seco e de carne. 
Chega às lojas de todo o país a nova versão do kit infantil HABIB’S. O personagem GARFIELD ilustrava os brindes da caixinha do combinado infantil em duas versões de pelúcia e quatro versões de quebra-cabeça. 
2005 

● Pela primeira vez muda o formato da BIB’SFIHA que chegou ao cliente em formato de coração, como parte da primeira grande campanha institucional da rede intitulada “amigos”. 
2007 
Lançamento dos MINIKIBES com três diferentes recheios: homus, coalhada seca e cremily (um queijo cremoso desenvolvido pela rede). 
2011 

● Lançamento do bolinho de bacalhau no cardápio da rede. O novo item estreou com o preço de apenas R$ 0,95. Anualmente são vendidos mais de 12 milhões de bolinhos de bacalhau. 
Lançamento do BIB’S DOG (cachorro quente pequeno e assado), que proporcionou mais uma opção para o Kit Infantil. 
2012 
A pedido dos clientes começam a ser vendidos pratos de almoço, especialmente voltados para o gostinho brasileiro, como por exemplo, o estrogonofe. 
Lançamento das esfihas folhadas à base de recheio de chocolate. 
A rede trouxe diretamente da Bélgica a melhor batata frita do mundo, a Batata Croquê. Muito mais crocante, sequinha e que permanece quentinha por mais tempo, o novo produto foi lançado nas lojas da rede em todo o país, nas versões 40 gramas e 100 gramas e em embalagem diferenciada e exclusiva em forma de cone. 
Lançamento da HABIB’S GOURMET, uma linha de salgados e doces congelados (bolinho de bacalhau, empada de palmito, quibes e pastelzinho de Belém) para o varejo. 
2013 
Lançamento de duas deliciosas novidades: minichurro de doce de leite e esfiha de calabresa. 
Lançamento de quatro pratos com massas artesanais: Nhoque ao Sugo, Nhoque á Bolonhesa, e o Penne ao Sugo ou Bolonhesa com Almôndega. 


Delícias para todos os gostos 
O cardápio variado do HABIB’S somado a uma política de preço baixo e vantagens ao consumidor fez com que a rede vendesse mais de 680 milhões de esfihas em 2013, elevando-a a categoria de mais vendido entre os produtos de alimentação rápida. É certo que não só as esfihas, pratos árabes (que incluem quibe cru, tabule, homus, kafta, beirutes, coalhada seca e charutos de repolho e uva) e doces sírios traduzem a aceitação do cardápio da rede, mas também um mix com 56 opções como fogazzas, bolinhos de bacalhau, pastéis, batata-frita, hambúrgueres, cachorro quente (conhecido como Bib’s Dog), pizzas (são 7 opções diferentes), massas, tortas, milk-shakes, churros, mousses e sorvetes, incluindo a deliciosa Banana Split e sundaes. Todos os meses são consumidos mais de 55 milhões de esfihas, 35 milhões de quibes, 10 milhões de pratos típicos, 10 milhões de beirutes, 5 milhões de pastéis de Belém e 4 milhões de pizzas. Esse consumo voraz exige a manipulação de 3.000 toneladas de carne, 2.500 toneladas de tomate, 2.500 toneladas de cebola, 4.000 toneladas de farinha de trigo e 1.500 toneladas de batatas congeladas.



Os serviços 
A rede oferece aos seus milhões de consumidores vários serviços diferenciados: 
Delivery Habib’s: exclusivo serviço de entrega à domicílio introduzido em 2002, que nos primeiros cinco meses atendeu meio milhão de clientes. Denominado “Delivery 28 Minutos”, o serviço possui um grande diferencial: se o pedido não for entregue em até 28 minutos o cliente não precisa pagar. Atualmente é considerado um dos mais avançados da América Latina, que garante a qualidade, a temperatura, o sabor e todos outros diferenciais que tornam os produtos da rede únicos. 
Alô Tia Eda: criado em 2001, o Serviço de Relacionamento com o Cliente é um canal voltado ao consumidor, onde é possível fazer sugestões, reclamações e elogios. 

BibFesta: permite promover encontros e celebrações (como por exemplo aniversários) em uma loja HABIB’S, dispondo de um salão de festas privativo, alimentação, bebidas, serviço de garçom e recepção, e até entretenimento infantil, como playground e animadores.


A universidade do gênio 
A primeira UNIVERSIDADE HABIB’S abriu as portas em 2009 com o intuito de promover o constante desenvolvimento das competências dos profissionais que atuam nas lojas da rede. A universidade abrange quatro áreas: as atividades da rede, gestão e formação de  líderes, técnica e prática, além de desenvolvimento humano. A ideia da universidade corporativa foi tão bem aceita que em apenas dez meses de operação foram ministradas 18.500 horas de treinamento a 4.000 turmas de todo o Brasil. Voltada à educação corporativa, desenvolveu um completo plano de formação e aperfeiçoamento técnico para seus colaboradores, respaldado por um corpo docente formado por mais de 140 profissionais das mais diversas áreas de atuação. Hoje são 13 universidades em funcionamento em todo o Brasil.


A evolução visual 
A identidade visual da marca passou por inúmeras alterações ao longo dos anos. Primeiro, o chapéu do gênio foi substituído por ele em pessoa e a apóstrofe foi substituída por uma lua na fase quarto minguante. Em 2013, ao completar 25 anos a rede ganhou, não somente um novo posicionamento (“Muito Mais do que você Imagina”), como uma nova identidade visual. O novo logotipo foi simplificado, perdeu a cor amarela e o gênio passou por uma total remodelação.


A nova identidade visual da marca também pode ser aplicada sem a conhecida mascote, principalmente nas fachadas das novas lojas.


Confira na imagem abaixo como a tradicional mascote da rede passou por uma remodelação acentuada.


Os slogans 
Habib’s é muito mais. (2013) 
Você feliz. (2008) 
Muito mais por você. (2007) 
A Maior Rede Mundial de Fast-food Árabe. (2004)



Dados corporativos 
● Origem: Brasil 
● Fundação: 1988 
● Fundador: Antônio Alberto Saraiva 
● Sede mundial: São Paulo, Brasil 
● Proprietário da marca: Grupo Alsaraiva 
● Capital aberto: Não 
● Presidente: Alberto Saraiva 
● Faturamento: R$ 2 bilhões (estimado) 
● Lucro: Não divulgado 
● Restaurantes: 475 
● Presença global: Não (presente somente no Brasil) 
● Funcionários: 25.000 (incluindo franqueados) 
● Segmento: Alimentação rápida 
● Principais produtos: Comida árabe, pizzas, batata-frita e hambúrgueres 
● Concorrentes diretos: McDonald’s, Bob’s, Giraffas, Subway e Burger King 
● Ícones: O gênio árabe e o sistema de entrega à domicílio 
● Slogan: Habib’s é muito mais. 
● Website: www.habibs.com.br

A marca no Brasil 
A rede conta com mais de 475 restaurantes, entre lojas próprias e franqueadas, metade das quais localizadas em São Paulo e o restante distribuído entre 20 estados brasileiros e no Distrito Federal. O HABIB’S é hoje a segunda maior rede de alimentação rápida em faturamento no Brasil com cerca de R$ 2 bilhões anuais. A rede possui 14 centrais de produção, instaladas em regiões estratégicas do país, que respondem pelo preparo dos itens consumidos nas lojas e, ainda, pelo fornecimento dos principais insumos, como queijos, pães, sorvetes e doces e que abastecem lojas instaladas em um raio de até 300 km. Pelo critério de número de lojas (a rede possui unidades em mais de 110 cidades do país), está em quarto lugar no ranking, atrás do McDonald’s, Subway e Bob’s. 80% de suas lojas estão localizadas em ruas e 23% do faturamento do grupo já é gerado pelo sistema de entrega à domicílio. Mais de 200 milhões de consumidores passam pelas lojas da rede todos os anos. 


Você sabia? 
O nome da rede foi sugestão de Nelson Libbos, um amigo do fundador. De ascendência árabe, ele tinha o hábito de chamar todos de “habib”, termo carinhoso que, traduzido para português, significa “querido” ou “amado”.  
O crescimento do HABIB’S impulsionou a abertura de novas empresas do grupo, formado por: ARABIAN BREAD (padaria industrial que fornece, mensalmente, mais de 1 milhão de pães sírios, 400 mil discos de pizza, 300 mil pães para hambúrguer, além de milhares de esfihas folhadas e massas para pastéis e fogazzas), SORVETERIA ICE LIP’S (produz mais de dois milhões de litros por mês), PROMILAT (laticínios), RAGAZZO (rede de alimentação rápida baseada na cozinha italiana) e BOX 30 (rede que vende salgadinhos, como coxinhas e bolinhos de bacalhau). 


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Isto é Dinheiro, Exame e Época Negócios), jornais (Valor Econômico e Meio mensagem), sites de negócios (Infomoney), sites especializados em Marketing e Branding (Mundo do Marketing) e Wikipedia (informações devidamente checadas).  


Última atualização em 22/7/2014

4 comentários:

Anônimo disse...

Ola!sou estudante de Turismo da UFPE(Universidade Federal de Pernambuco)e gostaria se possivel de receber maiores informações a respeito desta empresa;pois estou fazendo uma atividade academica da disciplina de Empreendedorismo e escolhi como tema a empresa HABIB'S;por ser considerada uma empresa bastante empreendedora no ramo em que atua.Toda sorte de informações a respeito será muito bem-vinda.Peço que encaminhe,se possivel a resposta ao meu email:aurea1santos@hotmail.com;Agradeço desde já a atenção a mim dispensada esperando breve retorno.
Aurea dos Santos.

joelma disse...

ola, estou estudante de administraçao e presciso bolar um codigo de ética. como resolvemos bolar um codigo de um restaurante, gostaria da vossa ajuda nos enviando seu codigo de etica para ter a noçao de como é um, no caso de uma rede tao conceituada como a vossa. aguardo uma resposta. meu email é joelmaluci_oliveira@hotmail.com

desde já agradeço.

daniela disse...

oi meu nome e daniela eu moro em massachusets nos estados unidos e gostaria de saber qdo voces irao abrir uma franquia aki pq e a melhor esfiha q tem e um beirute q nunca mais comi....me deixem saber por favor gostaria muito de comer de novo meu email e kvagner1@msn.com obrigado

Rubens disse...

Comida árabe nos estados unidos acho que nunca vai ter.

Depois do lance do terrorismo, do 11 de setembro, acho que nunca daria certo um restaurante árabe nos eua.