31.5.06

TACO BELL


Aproximadamente quinze diferentes opções de tacos. Muitas outras de tortillas. Além de chilli, fajitas, burritos e guacamole. Acompanhados, é claro, de muita pimenta e molhos fortemente carregados de tempero. A típica comida mexicana apreciada em um ambiente espartano e simples. Não, não é um típico restaurante encravado no México, mas sim a rede TACO BELL, uma das maiores em seu segmento nos Estados Unidos.

A história
A história da rede de alimentação rápida de comida mexicana TACO BELL tem suas origens em 1946, quando Glen Bell, um ex-fuzileiro da marinha americana, começou sua empreitada no ramo de alimentação com o intuito de ganhar dinheiro no próspero período que o país vivia depois da guerra. Ele iniciou com um pequeno estabelecimento chamado Bell’s Burgers Drive-In que vendia cachorros-quentes e hambúrgueres na cidade de San Bernardino, estado da Califórnia. Porém, apaixonado por comida mexicana, resolveu partir para um cardápio alternativo e criou um modo de preparo rápido para tacos, espécie de massa de farinha de milho recheada com carne moída, queijo, alface, guacamole (pasta de abacate) e muita pimenta. Sua intenção era substituir o tradicional hambúrguer vendido pelas redes de alimentação rápida, criando assim um diferencial no mercado.


Na década de 50, juntamente com outros sócios, resolveu criar um restaurante especializado em tacos e outras comidas mexicanas, batizado de Taco Tia. Entre os anos de 1954 e 1955 o restaurante já possuía três unidades em funcionamento, localizadas especialmente em bairros com forte presença da população mexicana e latina. Depois de brigas com seus sócios e algum prejuízo, finalmente ele inaugurou, no dia 21 de março de 1962, o primeiro restaurante TACO BELL na cidade de Downey, localizada também no estado da Califórnia, tendo um cardápio composto somente por comidas mexicanas como tacos (uma massa, à base de milho, dobrada como um guardanapo, recheada de pimentão, alface e carne moída apimentada), tortillas (pão de farinho de trigo ou milho), chilli (feijão com carne moída apimentada), fajitas (uma espécie de panqueca a moda mexicana), burritos (uma espécie de panqueca de milho, recheada com Chili), nachos (aperitivo de milho frito e temperado), entre outros itens.


Não demorou muito para abrir oito pequenos restaurantes da rede nas cidades de Long Beach, Paramount e Los Angeles, também na Califórnia. A primeira loja franqueada da rede foi inaugurada em 1964 em Torrance pelas mãos de Kermit Becky, um ex-policial da cidade de Los Angeles. Era o começo de uma forte expansão nacional, que faria com que a rede alcançasse 100 unidades em 1967. No início da década seguinte a rede, que possuía 325 restaurantes, abriu seu capital na Bolsa de Valores. No ano de 1977 foi inaugurado o primeiro restaurante fora dos Estados Unidos, localizado em Guam, um território americano. Nesse mesmo ano a rede também introduziu o sistema Drive-Thru, criando assim uma maior comodidade a seus clientes.


No ano seguinte a empresa, que contava com 868 unidades em operação, foi vendida para a PepsiCo por US$ 125 milhões. A partir deste momento, a rede TACO BELL, fortemente associada a comunidades mexicanas e latinas, foi posicionada como mais uma alternativa de alimentação rápida para o público em geral, baixando seus preços para captar um número maior de consumidores. Em 1981 a rede inaugurou sua primeira unidade internacional no Canadá, e pouco depois na Austrália. Mas, foi somente em 1986 que a TACO BELL inaugurou seu primeiro restaurante na Europa, localizado na cidade de Londres na Inglaterra. Pouco depois, foi a vez da cidade de Munique na Alemanha ganhar uma unidade da rede.


Em 1989 a TACO BELL se tornou pioneira no conceito de unir ações de marketing de uma rede de alimentação a divulgação de um grande filme de sucesso, quando a promoção para o filme Batman colocou a marca em evidência e garantiu assim uma enorme exposição. No começo da década de 90, iniciou mais um forte período de expansão inaugurando novas lojas e pequenos quiosques (com cardápio reduzido) chamados TACO BELL EXPRESS em aeroportos, estádios, escolas e universidades, postos de gasolina, bases militares, lojas de departamento e cinemas, além de unidades em Aruba, Coréia do Sul e Arábia Saudita.


A partir do final desta década a rede TACO BELL começou forte expansão internacional com inauguração de lojas na Austrália (1999), China (2003), Filipinas (2004), Espanha (2004), México (2007, depois de fracassar em sua primeira tentativa no início da década de 90), entre outros países. A empresa manifestou o desejo de inaugurar sua primeira loja no Brasil em breve. Mais recentemente a rede adotou um novo posicionamento para marca ao oferecer pratos rápidos, porém sofisticados, tendência que vêm se espalhando nos Estados Unidos. Com isso, novos itens foram adicionados ao cardápio, assim como novos itens de café da manhã e bebidas, e a criação de um menu gourmet em parceria com a chefe Lorena Garcia.


A linha do tempo
1984
Introdução em seu cardápio do TACO SALAD (uma espécie de taco aberto) e TACOS BELL GRANDE (um taco maior que o convencional e com muito recheio).
1988
Introdução do sistema de refil de refrigerante grátis.
1991
Inauguração do primeiro TACO BELL EXPRESS na cidade de San Francisco. Estas unidades são menores que as lojas tradicionais e possuem cardápio reduzido.
Lançamento do cardápio FIESTA, composto por versões reduzidas dos quatros itens mais populares da rede: taco, soft taco, bean burrito e tostada. Cada item era cerca de 40% menor que a versão original e custavam apenas US$ 0.39 cada.
1993
Lançamento de tacos, salsas e feijões mexicanos prontos para o consumo para serem vendidos diretamente ao consumidor através de supermercados e lojas de alimentos.
1995
Os astros do basquete Saquille O’Neal e Hakeen Olajuwon estrelam uma enorme campanha para anunciar que o DOUBLE DECKER TACO (um taco com o dobro do tamanho da versão normal) passava a fazer definitivamente parte do cardápio da rede.
Inauguração de sua primeira loja no conceito co-branding, dividindo espaço com a rede KFC.
1998
Lançamento das GORDITAS, uma espécie de taco feito com massa de pão assada e recheada com carne moída, molho de pimenta, alface, tomate e queijo, que rapidamente se tornaram um enorme sucesso entre os americanos.
2004
Relançamento de seu cardápio promocional, batizado de BIG BELL VALUE MENU, que continha sete itens ao preço de US$ 1.29 cada.
Lançamento do refrigerante MOUNTAIN DEW BAJA BLAST exclusivamente para a rede TACO BELL.
2005
Lançamento do CRUNCHWRAP SUPREME, uma espécie de tortilla crocante e assada com várias opções de recheios.
2007
Anúncio da utilização de óleo sem gordura trans no preparo dos alimentos fritos em todas as unidades americanas.
Lançamento do GRILLED TAQUITO, um taco grelhado com tamanho menor.
2008
Lançamento da FRUTISTA FREEZE, uma deliciosa linha de bebidas frozen feitas com frutas naturais.
2009
O VOLCANO TACO (taco feito com milho vermelho e carregado de pimenta), até então um produto limitado, passa a fazer parte do cardápio nacional da rede.
2012
Lançamento do DORITOS LOCOS TACOS, cuja massa é feita de Doritos (o tradicional snack apreciado no mundo inteiro). O novo produto é uma espécie de Doritos grande com recheio.


Campanhas que fizeram história
Em setembro de 1997 a rede apresentou ao público pela primeira vez seu famoso porta-voz (conhecido em inglês como spokeman): um cachorrinho da raça Chihuahua, que aparecia em comerciais da rede falando, através da voz do comediante Carlos Alazraqui, o popular slogan “Yo Quiero Taco Bell”. O nome real do pequeno cachorro era Gidget, mas nunca foi divulgado em qualquer campanha da rede. O personagem, que foi idealizado por Joseph Shields e Thomas Rinks, aposentou-se em meados do ano 2000 e foi sacrificado no dia 21 de julho de 2009 devido a um derrame.


Também, em 1997, a rede irritou milhares de cidadãos norte-americanos quando uma propaganda de página inteira no tradicional jornal The New York Times, anunciou que a TACO BELL havia comprado o Sino da Liberdade da Filadélfia (Liberty Bell, em inglês), um símbolo histórico da independência americana, sob a alegação de ajudar a diminuir a gigantesca dívida do país. A TACO BELL dizia que ia mudar o nome do sino para “Taco Liberty Bell”. Já estavam acontecendo protestos quando a rede revelou que era mentira. No ano de 2001, em outra ação ousada a rede prometia dar uma tortilla de graça para cada americano se qualquer parte do módulo principal da MIR caísse em um alvo de 144 m² colocado no Oceano Pacífico. Mas para a tristeza dos esfomeados, a MIR e seus pedaços “erraram” o alvo, caso contrário a empresa teria um custo de US$ 10 milhões para cumprir sua promessa.


Mais recentemente, em 2012, a rede fez um delivery de proporções épicas à cidade de Bethel, de aproximadamente 6.200 habitantes, no Alasca. Um caminhão da marca foi transportado por helicóptero e distribuiu 10 mil tacos à população local, depois que uma notícia falsa se espalhou pela comunidade de que a marca abriria uma loja na cidade. Não há nenhuma unidade da rede em um raio de 650 km do local. O resultado: além de agradar a comunidade de Bethel, se transformou em uma campanha de marketing de grandes proporções para a marca.


A evolução visual
A marca remodelou seu logotipo algumas vezes durante sua história. O logotipo original da rede TACO BELL era um homem latino com um sombrero mexicano e braços estendidos dando boas vindas. Até 1984 a identidade visual da marca sofreu duas alterações consideráveis.


Somente em 1985 o logotipo adotou o tradicional sino amarelo. A última remodelação ocorrida em 1994 foi bastante acentuada, mas manteve o sino como principal símbolo. Além disso, as cores, roxa e rosa, passaram a ser predominantes, com apenas o badalo do sino em amarelo.


Além disso, ao longo dos anos os tradicionais letreiros externos, uma importante e indispensável ferramenta de identificação das lojas da rede, também acompanharam a evolução visual da marca.


Os slogans
Live más. (2012)
Think outside the bun. (2001)
Yo quiero [I want] Taco Bell. (1997)
Just made for you. (1985)
Taca-taca-taca-taca-taca-taca Taco Bell!
Ooh! What a difference Taco Bell makes!
Make a run for the border.
Fetch that food!
You can munch it! So good!
You Need Fourthmeal.


Dados corporativos
● Origem: Estados Unidos
● Fundação: 21 de março de 1962
● Fundador: Glen Bell
● Sede mundial: Irvine, Califórnia
● Proprietário da marca: YUM! Brands Inc.
● Capital aberto: Não (subsidiária)
● Chairman: David Novak
● CEO: Greg Creed
● Faturamento: US$ 6 bilhões (estimado)
● Lucro: Não divulgado
● Lojas: 6.500
● Presença global: 20 países
● Presença no Brasil: Não
● Maiores mercados: Estados Unidos e Canadá
● Funcionários: 170.000
● Segmento: Alimentação rápida
● Principais produtos: Comida mexicana (tacos, burritos, nachos, etc.)
● Principais concorrentes: Chipotle, Del Taco, Baja Fresh e Chevys
● Ícones: Nacho (um gato louco) e a mascote chamada Dog (um cachorro)
● Slogan: Live más.
● Website: www.tacobell.com

A marca no mundo
Atualmente a TACO BELL, maior rede de restaurantes mexicanos do mundo, possui mais de 6.500 restaurantes espalhados em mais de 20 países, sendo aproximadamente 80% deles operados por sistema de franquias. Nos Estados Unidos, maior mercado da rede, a TACO BELL possui mais de 5.800 unidades. Aproximadamente 37 milhões de pessoas comem nas lojas da rede por semana somente nos Estados Unidos, sendo servidos 4.5 milhões de tacos diariamente. Todos os anos são mais de 2 bilhões de tacos e 1 bilhão de burritos vendidos. A rede tem sido a mais lucrativa da YUM Brands, proprietária da marca, que administra também a rede KFC e Pizza Hut.

Você sabia?
Pelo menos metade da população americana assiste em média um comercial da rede TACO BELL por semana, gerando um grande reconhecimento em relação a marca.
Canadá, Costa Rica, República Dominicana, Porto Rico e Espanha são os únicos países onde a rede comercializa em seu cardápio batatas-frita.
O fundador da rede, Glen Bell, faleceu no dia 16 de janeiro de 2010 aos 86 anos.
O conceito de taco da rede pode ser jocosamente chamado de “hambúrguer mexicano”.


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, BusinessWeek, Isto é Dinheiro e Época Negócios), jornais (Valor Econômico), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Mundo Marketing), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).

Última atualização em 31/10/2012

3 comentários:

Anônimo disse...

outstanding coment!
I hope to see a Taco bell outlet in Brasil pretty soon!
How much would be for a francise anyways?

Beatriz disse...

Quando a Taco Bell vem para o Brasil??

Gabriel O. Emerick disse...

Beatriz, a Rede Taco Bell, já tem aqui no Brasil