13.1.10

BERGDORF GOODMAN


Suas “araras”, prateleiras e corredores estão recheados de peças das grifes Alberta Ferretti, Alexander McQueen, Emilio Pucci, Jean Paul Gaultier, Narciso Rodrigues, Rachel Roy, Chanel, Valentino, Robert Cavalli, Miu Miu, Lanvin e Celine. A BERGDORF GOODMAN, uma das lojas de departamento mais sofisticadas, caras e charmosas de Nova York, é um verdadeiro paraíso do consumo de luxo e um símbolo da cidade mais cosmopolita do mundo.

A história
Tudo começou em 1899 quando Herman Bergdorf, um imigrante da região da Alsácia, inaugurou uma alfaiataria na zona central de Manhattan em Nova York. Em 1906, um antigo funcionário da loja, Edwin Goodman, adquiriu a alfaiataria, instalando-a no local onde hoje se encontra o famoso Rockefeller Center. Nos Estados Unidos, Goodman foi o primeiro varejista a vender roupas prontas em 1914, criando um estilo simples e sofisticado de se vestir e transformando a loja BERGDORF GOODMAN em um verdadeiro pólo lançador de tendências das grifes nacionais e francesas. No ano de 1928 a loja foi transferida para sua localização atual na badalada 5ª Avenida esquina com a Rua 58, ocupando o lugar da antiga mansão de Cornelius Vanderbilt, que construiu sua fortuna através da marinha mercante e da construção de ferrovias.


A partir de 1928, sob o comando de Andrew Goodman, filho do fundador, a loja ficou famosa pelo seu salão de venda de casacos de pele, o exclusivo perfume BERGDORF GOODMAN nº 9 e a linha feminina de prêt-à-porter chamada MISS BERGDORF. Em 1953, quando o filho do fundador se aposentou, ele foi considerado um dos maiores comerciantes de seu tempo em virtude das inovações e da fórmula implantada no negócio, que reúne qualidade, toques exclusivos, refinamento e marcas luxuosas, além de um atendimento primoroso. Nos anos 60 e 70, a BERGDORF GOODMAN cresceu rapidamente, não somente em espaço físico, como também com a adição de inúmeras mercadorias de grandes grifes mundiais em suas prateleiras.


Na década de 80, em 1986, a loja ganhou uma área para vendas de objetos decorativos em porcelanas, cristais e pratas, além de móveis de luxo, e, em 1990 foi inaugurada a exclusiva filial masculina da BERGDORF GOODMAN, localizada em um prédio na frente da loja principal. A mudança do departamento masculino fez com que a BERGDORF GOODMAN, sob o comando de Ira Neimark, ganhasse mais espaço em sua loja principal para a seção feminina, que nesta década foi expandida três vezes. No final desta década, em 1997, a tradicional loja de departamento foi comprada pelo grupo Neiman Marcus, tradicional varejista norte-americano, com lojas localizadas nas principais cidades dos Estados Unidos. No mesmo ano, o último andar da BERGDORF GOODMAN, que anteriormente servia de residência para família Goodman, se transformou em SPA (Susan Ciminelli Day Spa) e salão de beleza (John Barrett Salon). Pouco depois, em 1999, foi inaugurada, no piso térreo, uma enorme área dedicada à beleza, contendo cosméticos das mais luxuosas grifes e oito espaços especiais e exclusivos para testar produtos faciais e outros tratamentos de beleza, além do sofisticado Goodman’s Café, onde é possível degustar lanches, bolos e tomar um tradicional chá.


As reformas continuaram e, em 2002, o andar principal no nível da rua foi completamente reformado sendo instalados novos espaços das marcas Chanel, Giorgio Armani, Gucci, e Yves Saint Laurent. No ano de 2004, o site da loja, antes exclusivamente institucional, iniciou suas vendas on-line. Neve e Natal é uma combinação clássica de fim de ano para os moradores e turistas de Nova York. Mas existe outra coisa que faz os nova-iorquinos saírem de casa no frio além da compra de presentes natalinos: as vitrines especiais da BERGDORF GOODMAN, que se tornaram um marco de referência para o mundo todo. Por exemplo, na versão 2009, criada por David Hove, a tradicional loja mostrou seus produtos inspirada em “Alice no País das Maravilhas”; ou no Natal de 2011 quando as vitrines assumiram o tema “O Carnaval dos animais”, que retratava animais que encontramos a partir desde os pólos até os trópicos.


Atualmente a BERGDORF GOODMAN possui 8 andares onde podem ser encontrados produtos das mais luxuosas e sofisticadas grifes do mundo: produtos de beleza, perfumes e café (térreo;); acessórios e joias (primeiro andar); sapatos (segundo andar); moda feminina (terceiro andar); casacos de pele, vestidos longos e objetos em couro (quarto andar); roupas contemporâneas, acessórios e sapatos e assessoria de compras (quinto andar); roupas esportivas, lingeries, moda praia e casacos (sexto andar); objetos de coração, móveis, livros, moda infantil e restaurante (sétimo andar). Por isso, na BERGDORF GOODMAN tudo é tradicional, finíssimo e sofisticado, incluindo uma seção de presentes ótima na época do Natal com uma vista espetacular para o Central Park.


Os slogans
111 years of extraordinary. (2012)
The only city in the world, the only store in the city.


Dados corporativos
● Origem: Estados Unidos
● Fundação: 1899
● Fundador: Herman Bergdorf
● Sede mundial: New York City, New York
● Proprietário da marca: Neiman Marcus Group
● Capital aberto: Não (subsidiária)
● Chairman & CEO: James Gold
● Presidente: Joshua Schulman
● Faturamento: US$ 1 bilhão (estimado)
● Lucro: Não divulgado
● Lojas: 2
● Presença global: Não (presente somente nos Estados Unidos)
● Funcionários: 1.200
● Segmento: Varejo (loja de departamento)
● Principais produtos: Roupas, calçados, acessórios, joias, cosméticos e móveis
● Concorrentes diretos: Bloomingdale’s, Barneys New York e Lord & Taylor
● Ícones: A decoração de natal de suas vitrines
● Slogan: 111 years of extraordinary.

A marca nos Estados Unidos
A BERGDORF GOODMAN, que hoje pertence ao Grupo Neiman Marcus, possui apenas duas lojas localizadas em Manhattan. O faturamento anual dessas lojas atinge US$ 1 bilhão. Além disso, a loja vende seus produtos através da Internet e de seu tradicional catálogo.

Você sabia?
A BERGDORF GOODMAN já foi eleita inúmeras vezes pela Luxury Customer Experience Index como o melhor local para se fazer compras na 5ª Avenida em Nova York. A lista foi baseada na qualidade das mercadorias e no serviço prestado aos seus consumidores.
Frequentada pela alta sociedade de Nova York, a loja já apareceu em vários filmes e séries de TV, como Arthur e Sex and the City.


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Fortune, Forbes, Newsweek, BusinessWeek e Time), sites especializados em Marketing e Branding (BrandChannel e Interbrand), Wikipedia (informações devidamente checadas) e sites financeiros (Google Finance, Yahoo Finance e Hoovers).

Última atualização em 8/10/2012

Nenhum comentário: